12/12/2016

A alma mais bela, o acalanto e o mistério. Assim é amar.

Essa pureza incerta, essa dor ligeira, o refrigério da alma, a colheita mais pura. A solidão que aprisiona, o medo que solapa, a vida que explode em meu coração. 
O amor que sonho, a sorte desalinhada, a alma que sorri, a vida que canta. 
Em meu mundo um turbilhão de força. Em minha mente o pensamento brilha.
A alma mais bela, o acalanto e o mistério. Assim é amar.

07/12/2016

Desejos de paz e serenidade.

Desejos sinceros de paz e serenidade.
Tudo passa, o tempo subtrai a dor ou qualquer vilipêndio que soframos.
Assim, como algozes furacões tentam nos derrubar, a vida é uma arte quando seguimos.
Mas em  meu coração, vem a tranquilidade que existe um bem viver, quase um bálsamo de sorte, bendita.
De certo é um amor de Deus, cantado e celebrado.
Com gratidão, Mari!